Inicial / Alunos do SESI têm aula prática no Monumento Marco Zero do Equador
Alunos do SESI têm aula prática no Monumento Marco Zero do Equador

Alunos do SESI têm aula prática no Monumento Marco Zero do Equador

Macapá/Santana – Cerca de 150 alunos do Ensino Fundamental II da Educação de Jovens e Adultos do Serviço Social da Indústria (SESI) de Santana visitaram o Monumento Marco Zero do Equador. Na ocasião participaram de palestras monitoradas e conheceram em detalhes como acontece o Equinócio.

A coordenadora pedagógica do SESI de Santana, Rafaela Mathias, disse que a visita foi acompanhada por todos os professores do Ensino Fundamental, com o intuito de proporcionar aos alunos a vivência da teoria ministrada em sala de aula a respeito do Equinócio, sua influência na mudança de estação e na “tábua de marés”, além de contribuir para que conhecessem mais sobre a história do estado.

Clemilda Padilha, professora de Ciências do SESI, explicou que a palavra Equinócio deriva do latim e significa “noites iguais” – aequus (igual) e nox (noite). “O fenômeno acontece quando os raios solares atingem com grande intensidade a zona intertropical, o que favorece uma uniformidade quanto à quantidade de luz e calor recebida pelos dois hemisférios (Norte e Sul). Os equinócios acontecem duas vezes por ano, ocasiões em que o dia e a noite tem a mesma duração”, explicou Clemilda.

A professora de Geografia do SESI, Quele Melo, acompanhou os alunos e disse que o fenômeno está sendo estudado de forma interdisciplinar. “A maneira mais eficaz de promover o conhecimento é apresentar uma situação real e dar diferentes enfoques em várias áreas. Esse tipo de abordagem permite que conteúdos que ministraríamos de forma convencional, seguindo o livro didático, sejam ensinados e aplicados na prática — o que dá mais sentido ao estudo”, ressaltou Quele.

João Vitor Ferreira, já conhecia o ponto turístico. Ele conta que durante as aulas aprendeu que Macapá é a quinta capital do mundo cortada pela linha Imaginária do Equador, e a única cidade no Brasil que possibilita a visualização no fenômeno natural.

Durante a visita, um grupo de alunos resolveu fazer uma experiência. “Foi surpreendente ver que é possível equilibrar um ovo na ponta de um obelisco, o mais impressionante é que na primeira tentativa ele ficou em pé”, disse João Vitor.

no images were found

a

ATENDIMENTO À IMPRENSA
Gerência de Comunicação Corporativa SESI/SENAI – AP
Contato: (96) 3084-8944
E-mail: imprensa@sesisenaiap.org.br

Sobre anspach