Inicial / Notícias SESI/SENAI / Prazo para startups inscreverem projetos inovadores na chamada da Shell termina em 30 de abril

Prazo para startups inscreverem projetos inovadores na chamada da Shell termina em 30 de abril

Empreendedores têm até o dia 30 para inscrever projetos de monitoramento, controle e análise de dados em tempo real para a área de óleo e gás na chamada da Shell no Edital de Inovação para a Indústria. Cada selecionado vai receber até R$ 830 mil para desenvolver a ideia até o estágio de prova de conceito. As propostas podem ser apresentadas por startups, micro e pequenas empresas (MPE) e microempreendedores individuais (MEI) na plataforma: www.editaldeinovacao.com.br.

As empresas não precisam ser, necessariamente, da área de óleo e gás, mas devem apresentar competências que as permitam desenvolver soluções para o segmento, em conjunto com a Shell e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI).

As propostas inscritas passarão por uma primeira fase de seleção, da qual serão escolhidas até 20 startups, MEI, micro ou pequenas empresas que receberão treinamento do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) para que passem pela etapa final. No dia 21 de junho, no Rio de Janeiro, os selecionados terão a oportunidade de defender presencialmente seu projeto, durante cinco minutos, em inglês, a uma banca formada por especialistas globais da Shell e dos Institutos SENAI de Inovação.

Ao final do processo, serão escolhidas até três propostas, com investimento total de até R$ 2,5 milhões. Os projetos serão desenvolvidos, durante 12 meses, em conjunto com a rede de Institutos SENAI de Inovação. Ao final desse prazo, a Shell vai definir se irá incluí-los no seu portfólio de tecnologia para continuidade do desenvolvimento.

DIGITALIZAÇÃO – O Edital de Inovação para a Indústria é uma iniciativa do SENAI, do Sebrae e do Serviço Social da Indústria (SESI). Esta chamada, na categoria Empreendedorismo Industrial – Inovação na Cadeia de Valor, integra o Shell Startup Challenge Brasil, programa que busca selecionar startups, micro e pequenas empresas a fim de promover o crescimento das companhias baseadas em tecnologia e desenvolver provas de conceito orientadas aos desafios da digitalização do setor.

A chamada da Shell é a sétima da categoria C do Edital de Inovação, que busca conectar indústrias de médio e grande portes a startups de base tecnológica, MEI, micro e pequenas empresas. Neste ano, seis companhias já lançaram desafios em temas como cidades inteligentes, internet das coisas, segurança cibernética e tecnologias digitais para o setor automotivo. Foram escolhidos, até agora, 22 projetos.

O Edital de Inovação para a Indústria seleciona e financia projetos de inovação, em seis categorias, com o objetivo de aumentar a competitividade do setor industrial. Os projetos selecionados na edição 2017-2018 terão financiamento de R$ 53,6 milhões, com custo individual de R$ 75 mil a R$ 400 mil.

A seleção é feita com base em critérios como potencial de inovação e de comercialização do produto ou do processo. Além do fomento, as instituições oferecem apoio na forma de infraestrutura para desenvolver as propostas selecionadas por meio da rede de 25 Institutos SENAI de Inovação e dos 57 Institutos SENAI de Tecnologia.

Da Agência CNI de Notícias

Sobre GCOM