Inicial / Notícias SESI/SENAI / Alunos dos projetos Jiu-Jitsu Corporativo e Corpo Vivo do SESI e SENAI recebem grau e trocam de faixa
Alunos dos projetos Jiu-Jitsu Corporativo e Corpo Vivo do SESI e SENAI recebem grau e trocam de faixa

Alunos dos projetos Jiu-Jitsu Corporativo e Corpo Vivo do SESI e SENAI recebem grau e trocam de faixa

Macapá – Na tarde de sábado, 26, os alunos dos projetos Jiu-Jitsu Corporativo e Corpo Vivo do Serviço Social da Indústria (SESI) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) do Amapá, coordenados pelo Mestre Jean Alves, participaram da mudança de grau e troca de faixas. Gestores, empresários, familiares e apreciadores das artes marciais estiveram na quadra do SESI e acompanharam o evento, que contou com a presença do tri campeão mundial Master pela International Brazilian Jiu Jitsu Federation (IBJJF) e professor do SESI do Rio de Janeiro, Gabriel Willcox.

Durante a cerimônia, realizada com o apoio da Federação Amapaense de Jiu-Jitsu (FAJJ), o diretor de operações do SENAI e Superintendente do SESI, Moisés de Aguiar, e o diretor presidente do Centro Cultural A Banda, José Figueiredo de Souza – o Savino, foram agraciados com a faixa branca, a faixa inicial. “A homenagem é uma forma singela de agradecer aos senhores pelo apoio que têm dado ao esporte e aos projetos, além de ser um incentivo e um convite para que venham lutar conosco”, pontuou Jean Alves.

Durante a manhã, alunos do SESI e do SENAI participaram de um aulão com o mestrte Gabriel Willcox, que destacou o crescimento da equipe em Macapá e sua satisfação em poder passar parte de seu conhecimento para os jovens alunos. “Para ser um bom lutador é necessário ter regularidade nos treinos e adquirir um comportamento saudável, comer e dormir bem é o segredo para uma vida longa e desempenho satisfatório”, salientou Willcox.

O mestre Jean Alves ressaltou que é gratificante estar à frente dos projetos de Jiu-Jitsu do SESI e do SENAI e acompanhar a transformação que o esporte oportuniza na vida das crianças e adultos. “É nítido o progresso alcançado por cada um que está aqui. Não se trata apenas de adquirir habilidades motoras e desenvolver capacidades físicas, os alunos aprendem as técnicas e as regras, mas acima de tudo, esta é a melhor forma de ensinar valores, tais como: respeito ao adversário, disciplina, socialização, autoestima e respeito”, frisou o coordenador.

Gabriel Barbosa Pinheiro é policial militar e pai da Katriny, aluna da Escola SESI e do Projeto Corpo Vivo. Ele contou que a equipe pedagógica da escola chamou a esposa e ele, pois a filha estava apresentando dificuldade de relacionamento dentro da sala de aula e dentre as atitudes tomadas, a coordenação indicou a prática do jiu-jitsu para a melhoria da integração e o desenvolvimento de disciplina na rotina da Katriny.

“Minha filha se apaixonou pelo esporte desde o primeiro dia. Eu a acompanho nos treinos e passei a admirar a prática. O mestre Jean, notando meu entusiasmo, me convidou para que eu fizesse uma aula e há três meses me incorporei ao projeto. Em quatro meses, o comportamento da minha filha melhorou bastante, nós não recebemos mais nenhuma reclamação dos professores e estamos muito satisfeitos”, finalizou Gabriel Pinheiro.       

 

ATENDIMENTO À IMPRENSA
Gerência de Comunicação Corporativa SESI/SENAI – AP
Contato: (96) 3084-8944
imprensa@sesisenaiap.org.br
instagram.com/amapasesi /amapasenai
fb.com/sesiamapa /senaiamapa
twitter.com/sesiamapa /senaiamapa

 

Sobre GCOM