Inicial / Notícias SESI/SENAI / SESI, SENAI e Ministério da Economia reúnem para alinhar parceria em projeto que beneficiará a comunidade
SESI, SENAI e Ministério da Economia reúnem para alinhar parceria em projeto que beneficiará a comunidade

SESI, SENAI e Ministério da Economia reúnem para alinhar parceria em projeto que beneficiará a comunidade

Macapá – Representantes do Serviço Social da Indústria (SESI) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) do Amapá reuniram-se com o Auditor Fiscal do Trabalho do Ministério da Economia, Marcos Marinho, para ajustar informações e avançar nas atividades que visam instituir parceria para a implantação do projeto Reabilitação Profissional.

O projeto, apresentado pela Fisioterapeuta especialista em Ergonomia do SESI, Karla Guedes tem o objetivo de reduzir a reincidência dos afastamentos e diminuir os gastos com tributos pela falta de gerenciamento das políticas de Saúde e Segurança do Trabalho das empresas, como por exemplo, o Fator Acidentário de Prevenção (FAP). O público contemplado são trabalhadores afastados pelo INSS, que estão passando por processos de reabilitação física, readaptação e qualificação profissional.

Durante a reunião, a coordenadora do Núcleo de Produção Educacional do SENAI, Rayza Aires, e a assistente técnica operacional, Daniela Paranhos, apresentaram a plataforma digital Talentos da Indústria SENAI.  A ideia é disponibilizar o acesso a ferramenta, que já é utilizada por alunos e ex-alunos da instituição, para que Pessoas com Deficiência (PcD) e para quem está afastado temporariamente do trabalho façam um cadastro e possam participar de cursos e treinamentos agregando valor a seus currículos.

No segundo trimestre, as instituições estão planejando realizar um mutirão de cadastros, no que será a “Semana D”, aproveitando a ocasião para sensibilizar empresários e comunidade em relação às potencialidades das pessoas com deficiência e chamar a atenção para as suas necessidades laborais. 

“A aproximação de nossas instituições é uma oportunidade ímpar para expandir a educação profissionalizante. Estamos articulando parcerias com vistas a realizar ações sociais e ofertar treinamentos para a população.”, afirmou Rayza Aires.

Segundo Marcos Marinho o maior problema identificado tanto pelas pessoas com deficiência, quanto pelas empresas que precisam contratar para cumprir a Lei de Cotas é a falta de qualificação profissional. “Diversas barreiras dificultam o acesso das PcDs ao trabalho, e quando ocorre a contratação, normalmente é para funções que exigem baixa escolaridade. Nossa parceria com o SENAI permitirá oferecer capacitação e a consequente melhoria nos postos de trabalhos pretendidos”, pontuou o Auditor Fiscal do Trabalho.

 

ATENDIMENTO À IMPRENSA
Gerência de Comunicação Corporativa SESI/SENAI – AP
Contato: (96) 3084-8944
E-mail: imprensa@sesisenaiap.org.br
Siga-nos no Twitter: @SESIAmapa e @SENAIAmapa
Facebook: SESI Amapá e SENAI Amapá
Instagram: @amapasesi e @amapasenai

 

Sobre GCOM